img-20160618-wa0049-1Sorriso fácil, voz mansa e jeito tranquilo. Assim é o educando Eduardo Santos da Cruz, da DV. Aos sábados, gosta de chegar mais cedo e aproveitar as horas extras para bater uma bolinha com os educadores e colegas.

Atividade esta que pratica re- gularmente, no tempo livre, e também na Oficina de Esportes, da qual participou no primeiro semestre.

Como projeto optou pelo tema Diversão. A experiência de fazer pizza em uma das aulas despertou nele o desejo de aprender a cozinhar e fazer saborosos bolos. O interesse pela confeitaria só não é maior que o apreço pelas letras. Quando crescer, o jovem de 11 anos pretende ser professor de português.

Na escola, gosta de passar texto, responder questionários, escrever poemas e histórias de aventura. Também adora ler e, sempre que pode, a pedido da professora, recita textos na sala de aula. Como tarefa de férias, escolheu o livro As aventuras de Sherlock Holmes, do escritor escocês sir Arthur Conan Doyle.

Ficou sabendo do Crea+ Brasil por meio de uma reunião. “No Conselho Participativo falaram do Crea+ e aí eu resolvi vir. Meus pais apoiam e dizem que é bom pra mim, que eu tenho que brincar mesmo e viver essa vida de criança”, diz Eduardo.

Anúncios